Escrevendo uma canção de adoração

Escrevendo uma canção de adoração

Tive o privilégio de ensinar num seminário na Conferência Nacional de Liderança de Adoração realizada em Centerville, VA. O título dado ao meu seminário foi “Você pode escrever uma canção de adoração”. Obviamente, com a minha reputação como escritor de canções bem conhecidas como “Be Thou My Vision (Sê a minha visão)”, “It is Well with My Soul(Tudo bem com minha alma)”, e “How Great Thou Art” (Grandioso és Tu), eu era a pessoa perfeita para este seminário.

Okay, certo.

Eu tive que rir quando recebi o e-mail pedindo-me para ensinar este seminário. Ele veio no mesmo dia em que eu estava trabalhando em uma música que eu estava tentando escrever, e, literalmente, dizendo a mim mesmo (e minha esposa) “Eu não posso escrever uma canção de adoração”. Deus tem um senso de humor.

Eu escrevi algumas canções que pareciam funcionar bem em um ambiente congregacional. Eu tenho escrito muito mais músicas que nunca viram a luz do dia. Então eu quero compartilhar o seguinte conselho sobre escrita de canção como incentivo em primeiro lugar para mim mesmo, e então espero que ele possa ser útil para você também.

A coisa mais importante em uma discussão sobre a escrever músicas para o culto é chegar a um acordo sobre os fundamentos da liderança do culto. Por quê? Porque as canções são a ponta de lança do culto. Eu sugiro que os fundamentos da liderança de adoração possam ser resumidos com os “três Cs”: centrada em Cristo, congregacionalmente acessível e consistente (leia o artigo Três Cs da Liderança de Louvor).

Se o nosso coração é para que Cristo seja exaltado, para que as pessoas estejam cantando junto e magnificando o Senhor juntos, e para que nossas congregações possam experimentar este tipo de foco em uma base consistente (mesmo de música para música, como de domingo a domingo), então, isso irá impactar não só a nossa liderança de culto, mas também a nossa escrita da canção. Se o solo do nosso coração está condicionado corretamente, então as canções que brotam serão frutíferas.

A segunda coisa mais importante em uma discussão sobre escrever músicas para o culto é distinguir entre o tipo de música que se está escrevendo. Eu sugiro que existem três tipos: pessoal, apresentação, e congregacional. Os dois primeiros tipos não são destinadas para a congregação cantar junto. Na categoria “pessoal”, você pode escrever o que quiser. É para sua própria vida devocional pessoal. Na categoria “apresentação”, você está escrevendo músicas para serem cantadas para o seu povo, quase como uma mensagem é pregada sobre eles. Não há nada de errado com as canções pessoais ou de apresentação. Mas não estaremos num bom caminho como líderes de louvor quando esperamos que nossas congregações possam cantar conjuntamente.

Escrever canções de adoração congregacional é complicado. Não é tão fácil quanto parece, há uma série de pressões de concorrentes e as tentações que nos puxam, lutamos com clichês e progressões de acordes em demasia, e temos sempre o desejo irritante para o nosso desejo de ser admirado por Chris Tomlin. Então, como vamos prosseguir com a escrita de canções de adoração congregacional?

Dez dicas rápidas:

1.  Escrever para o seu povo

      – Imagine-os em sua mente.

      – Não escreva em uma arena se você não está em uma arena, ou para uma big band, se você não usar uma big band. Escrever para suas pessoas que estão na frente de você.

2. Escrever para um propósito / época específica

      – Pergunte “Qual é a canção de nossa congregação durante esta temporada?”. Ou “onde estou incapaz de encontrar uma música existente para servir a esse propósito particular?”.

      – Os Salmos estão sempre atreladas a um evento … São as suas músicas?

3. Escrever muito

      – Uma vez ouvi Keith e Kristyn dizer que eles podem escrever centenas de músicas por ano. Eles só podem escolher de 5 a 10 que são utilizáveis desse lote. E é dos Gettys que estamos falando! Se apenas tentamos escrever uma canção, uma vez a cada poucos meses, não é de admirar que as canções perfeitas não estão fluindo da ponta dos nossos dedos.

      – Exercite seus músculos ou eles atrofiam! Faça mais do que você está escrevendo agora e você vai melhorar como escritor.

4. Escrever com foco

      – O que é essa canção? Deve ser sobre uma coisa. Pode o título de sua música se encaixar em qualquer verso ou ponte?

      – Mantenha o foco.

5. Escrever melodias agradáveis

      – Letras de músicas são mais importantes. Mas melodias fazem essas letras memoráveis! Oh o poder de uma melodia agradável e memorável. As pessoas podem se lembrar da melodia, ou o principal gancho melódico da sua música depois de ouvir uma vez, ou, no máximo, duas vezes? Se não, você tem trabalho a fazer.

6. Regurgite verdades bíblicas

      – Escritura é a espada do Espírito!

      – O que você está escutando? O que você está lendo?

      – Experimentando o bloco do escritor? O problema (eu garanto) é um problema primorio de dieta.

7. Remover enchimento

      – “Não nos aborreça. Dê-nos o refrão“.

      – Vá direto ao ponto.

      – Gosto de me fazer uma pergunta estranha quando eu escrevo: “O que eu gostaria de cantar se eu me levanta-se no meio do desembarque internacional no aeroporto de Dulles” Eu teria de dizer o que eu queria dizer muito claramente. Eu gostaria de obter o ponto de quem Deus é muito rapidamente.

8. Solicitar e receber feedback

      – Grave. Envie para alguém. Obtenha feedback. Faça mudanças.

      – Cada bom compositor no mundo faz isso.

      – Bob Kauflin fez isso comigo (e do ponto de enchimento também) com a minha música “Come You Sinners”. O meu primeiro projeto tinha um refrão cheio de “oh oh ohs” e clichês. Ele disse que eu poderia fazer melhor. Ela estava escrita. Voltei para a prancheta, que é quando a citação de Agostinho me veio à mente, e uma melodia mais interessante veio do nada. Fico feliz que ele me deu sua crítica honesta.

9. Resista ao impulso de perseguir a fama

      – As chances de ser atacado por um elefante escondido no porta-malas do seu carro é provavelmente maior do que você se tornar grande com a sua canção de adoração.

      – Querendo ficar famoso com suas canções de adoração impede a sua capacidade de escrever para o SEU POVO.

      – Precisamos de mais líderes de louvor fiéis, que evitam os holofotes. O mundo da adoração tem celebridades suficientes. Sirva o seu povo, e escreva para eles.

10. Repita conforme necessário

      – Não desanime.

      – Mesmo que ninguém mais ouça ou cante sua música, você ainda deve escrever.

      – Por quê? Porque você foi levantado da morte para a vida.

Por: . Copyright © 2016 Worthily Magnify. Original: So You Want To Write A Worship Song

Comentários

comentários