Como Escrever Uma Canção Baseada nas Escrituras

Como Escrever Uma Canção Baseada nas Escrituras

“O dever de cantar louvores a Deus parece ser constituído inteiramente para estimular e expressar afeições religiosas. Não há outra razão pela qual devamos nos expressar a Deus em verso, em vez de em prosa, e fazê-lo com música, senão que tal é a nossa natureza e estrutura, que estas coisas têm uma tendência de mover nossas afeições.” – Jonathan Edwards

“Uma música é um sermão do qual as pessoas se recordam. As pessoas esquecem um sermão após algumas semanas. Elas se lembram de uma música para sempre. Isso significa que se nós, enquanto líderes de louvor e artistas cristãos, estamos desviando as pessoas com as nossas letras, eu acredito que temos um grande fardo à nossa espera. As canções e a arte têm poder, permanência e influência, especialmente no campo da teologia. E provavelmente não é necessário dizer que o que influencia a teologia, influencia tudo.” – Matt Papa

Salmo 108. Na parte I desta série sobre como escrever canções baseadas nas Escrituras, nós exploramos o poder da música e poder da Escrituras, e por que é importante que os compositores na Igreja escrevam canções que exponham o povo de Deus a mais e mais de sua poderosa Palavra.  Mas como exatamente um compositor deve escrever sobre a Bíblia?  A seguir, explorarei três conceitos chaves que precisamos ter em mente enquanto tentamos escrever músicas sobre a Bíblia: a nossa responsabilidade em sermos fiéis ao texto, a importância de sermos criativos, e a nossa necessidade de sermos comprometidos em escrever (e escrever muito!) sobre as Escrituras.

1. Permaneça Fiel ao Texto –  Aborde o texto como um pregador o faria. Não tenha medo de se debruçar em comentários e uma bíblia de estudo, e de procurar o que as palavras significavam no original em grego ou hebraico. Use o método de estudo indutivo, certificando-se de observar uma passagem ou história antes de saltar à interpretação ou aplicação.  Ore para que o Espírito Santo lhe dê discernimento e entendimento.  E depois que uma canção estiver terminada, mostre-a ao seu pastor e aos seus amigos. Lembre-se das advertências que a Bíblia dá àqueles que ensinam, porque – quer você goste ou não – sua música ensinará algo.

2.   Permaneça Criativo – É importante lembrar que não estamos falando aqui sobre músicas para memorizar as Escrituras.  Há licença criativa para alterar um pouco o texto, e para usar a melodia que melhor serve ao significado e ao sentimento da passagem.  Divirta-se com dispositivos literários como metáfora, personificação, paradoxo, e até mesmo alegoria. Experimente um ponto de vista diferente.  Diga-a de uma forma diferente ou nova, e considere utilizar a linguagem moderna ou analogias.  Examine a “sensação” e o “humor” da passagem e, de acordo com eles, estruture a sua melodia e a dinâmica da canção.  Quando você estiver “observando” uma passagem, imagine-se como parte da cena (quais aromas você sentiria, com o que ela pareceria, como você se sentiria?) e escreva a partir dessa perspectiva.  Quando estiver escrevendo sobre o Antigo Testamento, faça alusões criativas à forma como a história ou passagem encontra o seu cumprimento em Cristo.  Quando estiver escrevendo sobre o Novo Testamento, amarre-o ao Antigo.

3. Permaneça Comprometido –  Eu quero encorajá-lo fortemente a criar o hábito de escrever canções baseadas nas Escrituras.  Em 2011, fiz um propósito de escrever uma canção de cada livro da Bíblia em um ano, e este foi um dos anos mais gratificantes e transformadores da minha vida.  Talvez você possa se juntar a mim e escrever uma música sobre cada livro da Bíblia em um ano ou dois anos.  Ou você pode estabelecer um objetivo de escrever uma música de cada um dos livros do Pentateuco, ou para cada um dos profetas menores.  Talvez você possa passar um mês escrevendo uma música por semana sobre o Evangelho de Mateus.  As possibilidades são infinitas.  Talvez alguns de vocês possam até ser chamados para a liderança na área de composição de letras baseadas nas Escrituras, da mesma forma que Kevin Twit do grupo Indelible Grace (e muitos outros) têm liderado, e continua a catalisar e construir, o movimento de releitura de hinos antigos.

Quando você realmente pensa sobre isso, a Bíblia é o sonho de um compositor.  Ela está cheia de histórias incríveis e ricas metáforas, e linguagem interessante para fazer fluir a sua imaginação.  Há ação, verdade, esperança e drama o suficiente para uma vida inteira de composição.  Tudo que você tem a fazer é apenas cavar!  Enquanto você usa seus dons na música e em composições para expor e ensinar a Palavra de Deus, o seu coração será transformado, a Igreja será encorajada, e Deus será glorificado.

Gostaríamos muito de ouvir de você:

Você já escreveu alguma música a partir das Escrituras?  Como você mantém o equilíbrio entre permanecer fiel ao texto e permitir-se ser criativo?  Que meta você pode estabelecer a fim de se manter comprometido a escrever com fidelidade e criatividade sobre as Escrituras?

Por: Caroline CobbCopyright © 2016 The Gospel Coalition. Original: How to Write a Song from Scripture.
Traduzido por: Bruno Nunes

Caroline Cobb é uma compositora nascida em Tyler, Texas. Ouça mais de sua música em carolinecobb.com e a siga em @CaroCobbMusic.

Comentários

comentários

1 Comentário

Comentários fechados.