Estabelecimento de um Novo Tempo – Christie Tristão

Quando penso em história de vida, penso em uma jornada.: nascer, crescer e morrer.

Viver consiste em passar por estas etapas compreendendo que  entre estas três fases pontuadas existem as entrelinhas, ou seja,  tempos e estações da existência de um ser humano. Neste texto gostaria de compartilhar sobre o assunto: tempos e estações da vida.  A palavra de Deus é muito clara a respeito de duas coisas: 1- Deus é soberano e é Ele quem define os tempos e estações (Daniel 2:20-22)  2- Há tempo para cada propósito debaixo do céu. (Eclesiastes 3:1-8)

 

Estou vivendo um momento de  estabelecimento em um “Novo Tempo”. Nos últimos três anos ouvi algumas vezes de formas diferentes a respeito de “cross over”, através de pregações, entre amigos e etc… Definitivamente eu estava passando de fase ou estação e desde o início deste ano de 2017  tenho identificado com muita convicção uma mudança “radical” no curso da minha vida.  Por tudo isso venho meditando na palavra de Deus a respeito da entrada neste “Novo tempo”, como discernir se de fato Deus me conduziu a esta nova fase , de que maneira devo agir e  o que devo levar em minha “bagagem “para este ponto da jornada .  Gostaria de repartir com você algumas conclusões a que cheguei :

 

Primeiro ponto: Como discernir este novo tempo?

 

  1. Ter um relacionamento de dependência e intimidade com Deus todos os dias; quanto mais próximos de Deus estivermos, mais sensíveis à sua voz nos tornamos, Conforme o texto bíblico de Daniel 2: 20-22, “Ele é quem muda o tempo e as estações”,  ou seja o tempo perfeito para todas as coisas é o tempo de Deus e Ele está no controle de todas as coisas.
  2. Compreender sua identidade, o propósito da sua existência; essas convicções vêm também através de relacionamento com Deus, pois ele é o autor da nossa existência e tem sonhos, planos e pensamentos a nosso respeito. Isaías 55
  3. Um ciclo completo produz frutos, portanto é preciso identificar estes frutos. Muitas vezes queremos pular etapas e matamos a semente plantada no início de um ciclo por querermos adiantar os tempos e por isso não conseguimos produzir frutos concernentes àquela estação . Pra todo o propósito tem o tempo certo de acordo com Eclesiastes 3.

 

Segundo ponto: Como agir neste novo tempo?

 

  1. Fé. Precisamos confiar de que Deus está no controle das coisas, que Ele é soberano e nos conduzirá nos capacitando para cada desafio que o “novo” traz consigo. Muitas vezes a sensação que temos é a de andar sobre as águas, mas assim como Jesus não somente chamou Pedro e também o capacitou para andar sobre as águas, Deus é aquele que nos leva em segurança e força em todo o tempo.
  2. Flexibilidade – Precisamos ser flexíveis para o que é diferente e desafiador. Quantas vezes não conseguimos caminhar no “novo” porque estamos apegados à modelos, padrões e coisas do passado.
  3. Disposição para aprender. Creio que constantemente iremos aprender algo importante para o cumprimento da nossa missão de vida. Não nascemos sabendo, vamos aprendendo muitas coisas ao longo da vida. Por mais velhos e experientes que nos tornemos, sempre há algo novo para aprender.
  4. Sabedoria e inteligência – Sabedoria é a capacidade de usar a inteligência para o bem. Inteligência está ligada a conhecimento intelectual, que é habilidade natural e que também que pode ser desenvolvida envolvendo trabalho e empenho.
  5. Ter foco- Nos dias de hoje somos estimulados o tempo todo, com um volume muito grande de informações. Temos acesso a muitas coisas simultaneamente o que é bom por um lado, mas por outro lado tantas informações podem tirar o nosso foco. Uma pessoa sem foco, fica rodando em círculos e não consegue chegar a lugar nenhum. E como citei desde o início, estamos numa jornada, e em cada estação precisamos chegar a um lugar específico.
  6. Perseverança – Como é importante agir com perseverança em tempos de mudança. Muitas vezes quando nos deparamos com novos desafios tendemos a desistir. Entrar no novo tempo é como calçar um sapato novo, nas primeiras vezes que calçamos sentimos um certo desconforto, mas com o uso constante do mesmo ele se amolda melhor aos nossos pés. Assim devemos agir no “Novo tempo”, pois nem sempre o novo significa conforto, mas a medida que perseveramos e agimos com constância chega o momento em que nos tornamos mais familiarizados às questões relativas a nova estação.

 

Terceiro ponto: O que levar na “bagagem” para este novo tempo?

 

  1. Tudo o que fortalece a fé. “Trazer a memória o que me traz esperança.” Lamentações 3:21 Como é importante constantemente nos lembrar constante da fidelidade do Senhor sempre manifestada em nossa vida, isso nos fortalece ao longo do caminho. Estar sempre ligado e alinhado à palavra de Deus e em Sua promessas, pois a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus.
  2. Espaço novo na bagagem – para isso é necessário abrir mão de algumas coisas, pois com a mala cheia não há espaço para mais nada. O que é velho muitas vezes faz parte da história e já teve sua utilidade, mas ao longo do tempo precisamos nos desapegar de coisas antigas,  projetos que já não tem mais utilidade, ou seja, já cumpriram o seu papel na nossa vida.  Filipenses 3:13,14  Fazendo uma analogia com as estações do ano, tais como, verão, outono e etc… assim também existe uma roupagem e um tipo de alimento que são adequados para serem utilizados em cada estação. No inverno normalmente utilizamos roupas mais quentes, o tipo de alimento é diferenciado, como no verão a roupagem e alimentação são completamente diferentes, por exemplo: é estranho encontrar pela rua em pleno verão de 30 graus uma pessoa vestida com um casaco, botas, luvas e ainda comendo um caldo super quente . Cada tempo requer adaptação em diferentes esferas da vida.
  3. Mala leve – Nestes últimos meses tem sido propagada a notícia de que as companhias aéreas vão começar a cobrar pelo embarque de bagagem, porém teremos o direito de viajar com uma bagagem de mão que pode ser levada na cabine do avião. Certamente nos tornaremos mais objetivos e focados ao montarmos uma mala para viagem. Bagagem leve me remete à : objetividade, foco e propósito. Quando definimos estes três itens certamente levaremos estritamente o necessário.

 

 

Conforme compartilhei no início desta reflexão, estou caminhando neste “novo tempo”, e tem sido maravilhoso experimentar o que Deus preparou para eu viver. Tive que abrir mão de algumas coisas que já estavam estabelecidas por anos e estou aprendendo muitas coisas novas. Fui levada a um universo bem diferente do que eu já estava acostumada e estou descobrindo que muitos depósitos que recebi há mais de trinta anos atrás estavam guardados no meu HD” rs, para serem utilizados neste ponto da minha jornada. Tenho sido fortalecida pelo Senhor , encorajada por pessoas extraordinárias que estão ao meu lado, e embora eu esteja me deparando com grandes desafios, tenho encontrado em Deus (fonte inesgotável) todo o suprimento de minhas necessidades. “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.”  Filipenses 4:19

 

Fico por aqui nesta reflexão e espero que de alguma maneira eu tenha compartilhado algo edificante para sua vida. Encerro com este texto maravilhoso que tem sido luz e vida nesta estação.

 

Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força; E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos. Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.” Daniel 2:20-22

 

 

Christie Tristão.

 

Comentários

comentários