Entrei no ministério de louvor. E agora?

ministério de louvor

Ao longo dos anos sempre tenho me deparado com esta questão: Entrei para o ministério de louvor. E agora ? Muitas pessoas já me procuraram em busca de uma ajuda, principalmente aqueles que assumem a liderança desta área na igreja, por se sentirem inabilitados ou mesmo sem um direcionamento específico para exercer uma gestão. Eu gostaria de destinar este texto àqueles que tem esta questão ecoando dentro de si, com o objetivo de,  pela graça de Deus, te ajudar a encontrar respostas para esta questão.

Deus chama

Quem aqui já ouviu esta frase e ainda assim se pergunta : será que é isso mesmo? Será que ouvi a voz de Deus   Será que estou sendo colocado nesta posição por simples necessidade ou por não ter outro para assumir? Rsrs  Me desculpem o riso, mas na área da música pelo fato de lidarmos com a arte, neste caso a música, somos pessoas muito sensíveis e detalhistas. Não sei quanto a você, mas busco respostas de Deus frequentemente para detalhes que normalmente não vejo outros buscarem. Só que dentro disto temos duas escolhas a fazer, ficarmos paralisados e envolvidos com nossas questões interiores, ou, confiar que Deus é suficiente para nos habilitar e capacitar para exercer qualquer função para qual Ele nos chamou e então ir em frente.

“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.” 2Corintios 12:9

Não somos chamados porque estamos cem por cento prontos ou porque temos “superpoderes”, e sim porque Ele nos chamou e Ele tem sonhos, pensamentos e planos muito altos a nosso respeito. Obviamente, nós também temos os nossos sonhos e projetos e isso é legítimo,  mas a palavra de Deus  nos diz que Ele tem sonhos mais altos que os nossos, ou seja, pode até haver uma conexão dos nossos planos e dos planos do Senhor, mas quando nos firmamos simplesmente nos nossos sonhos corremos o risco de embasar os nossos projetos na nossa força, ou onde pensamos que somos fortes. Segundo o texto citado a cima, a graça do Senhor nos é suficiente e o poder (capacidade)  a mim confiado por Deus se aperfeiçoa em minha fraqueza. Uma questão para uma boa reflexão né?!

Deus estabelece

Uma outra situação que gera em nós muitas dúvidas é sobre o tempo certo de ser estabelecido no chamado de Deus. De fato, existe um caminho entre ser chamado e estabelecido por Ele. Quantos casos podemos identificar na bíblia que traça claramente este período: Abraão, Moisés, Josué, Davi, Apóstolo Paulo e tantos outros. Algo em comum que podemos identificar em todos estes casos acima, é que Deus os chamou e designou um tempo de preparação até o momento de serem estabelecidos com responsabilidade e autoridade para o exercício do chamado. Não vou delimitar aqui nenhum tempo específico, porque cada caso é um caso o conselho que posso te dar é para você aguardar fielmente focado em Deus que este processo se cumpra no tempo Dele.

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” Eclesiastes 3:1

O que eu sei é,  que há um tempo perfeito para todas as coisas e que não precisamos viver ansiosos por nada e nem tentar fazer algo com nossa própria força, porque Deus é aquele que abre as portas certas e conduz tudo perfeitamente. Já aconselhei muitas pessoas feridas e desanimadas por tentar entrar numa porta que Deus não abriu e também por não respeitarem o tempo certo. Mas ainda assim, creio num Deus misericordioso que reconstrói , reaviva e alinha o nosso chamado Nele.

Deus capacita

Porque escolhi este título para depois do “Deus estabelece”, porque somos capacitados constantemente, tanto antes quanto depois. Ele é tão perfeito e zeloso que mesmo quando chega o tempo de sermos estabelecidos,  Ele continua nos conduzindo debaixo da Sua maravilhosa graça, nos ensinando em cada passo do caminho. Um outra coisa importante para citar aqui é: sempre dependeremos de Deus, nunca estaremos totalmente prontos. O “frio na barriga” que sentimos quando vamos exercer qualquer função no ministério é importante sempre. Não estou defendendo um comportamento inseguro, mas ao mesmo tempo quero pontuar aqui que a nossa segurança vem de Deus.

É muito importante frisar que, participar do ministério de louvor não é nenhuma promoção pessoal e porque estou dizendo isso? Porque vejo muitas pessoas mudarem de atitude ( soberba, orgulho)  porque foram designadas para liderar, tocar ou cantar no louvor da igreja. Subir numa plataforma não nos torna maiores diante das pessoas. Uma coisa que precisamos sempre nos lembrar: ministério é serviço. Se há a necessidade de mudança de atitude ao assumirmos o ministério, esta mudança seria nos tornar mais servos de todos.

“Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve. Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve.” Lucas 22:26,27

Ministério de louvor – Conclusão:

Deus está vivo, habita em nós, e nos conduz em todo o tempo da nossa jornada. Ele nunca nos deixa confundidos e manifesta Sua graça constantemente em nossas vidas. Se há alguém pronto para nos trazer respostas,  esse alguém é o próprio Deus. Portanto deixo aqui um conselho de ouro pra você, desenvolva um relacionamento de intimidade com Deus, leia a bíblia e deposite Nele sua confiança e sua vida e creia que este tempo em que você está entrando ou já entrou para o ministério Ele será o seu sustento. Busque se aprimorar no que compete a você, estude, esteja sempre pronto para aprender e seja humilde o suficiente para compreender qual é a medida de Deus para o que você é e faz.

Espero de alguma maneira ter contribuído para a sua edificação. Me coloco a sua disposição para ler seus comentários pois certamente a sua história vai me acrescentar muito e aos outros leitores do site também. Caso você tenha alguma sugestão de assunto a ser tratado aqui pelo adorando, por favor nos envie, que teremos a maior alegria de escrever a respeito com a graça de Deus.

Deus te abençoe.

Por: Christie Tristão.

 

 

Comentários

comentários