Como vencer o medo na hora de ministrar o louvor

Como vencer o medo na hora de ministrar o louvor
"Esperamos contribuir de alguma forma para o seu crescimento e edificação. Caso você tenha uma história ou testemunho relacionado ao tema abordado neste artigo, compartilhe conosco aqui nos comentários. Sua história pode servir de cura para outros."

Uma questão muito comum entre os ministros é o famoso “frio na barriga” antes de ministrar. Num certo aspecto, essa reação pode ser positiva por ser um indicador de que há dependência de Deus, porém, muitos se sentem paralisados e extremamente inseguros não conseguindo transpor esse medo. Deixamos aqui algumas dicas para que você encontre segurança ao cumprir sua missão como ministro de louvor.

1- Depender de Deus:

Deus nos chama, capacita e nos conduz em todo o tempo. Ele não nos chama porque sabemos e podemos tudo, mas chama os disponíveis para cumprir o Seu chamado e manifestar o Seu poder e Sua glória. Dependência de Deus é uma chave libertadora!

2- Tirar o foco de si mesmo:

Grande parte da insegurança é devida à necessidade de aceitação e aprovação dos outros. O ministro não sobe numa plataforma para provar nada a ninguém e nem tampouco para ser reconhecido pelas pessoas. Ministério não é ser visto e sim serviço.

3- Manter um coração de servo:

Quando tiramos o foco de nós mesmos e nos tornamos servos de todos, tudo fica mais leve. O servo não está em busca de aceitação e sim de servir as pessoas. Como servos, a nossa missão ao ministrarmos com a ajuda do Espírito Santo, é inspirar a igreja a oferecer louvores a Deus.

4- Manter os olhos em Jesus:

O centro de tudo o que somos e fazemos é Jesus. No culto, Ele continua sendo o centro de tudo. Estamos ali prestando um culto à Deus, oferecendo à Ele louvor e adoração, e a música é só uma ferramenta.

5- Estar preparado, musicalmente e espiritualmente:

A preparação, o zelo com a missão que Deus nos confiou é uma forma de oferecer honra à Ele. O ministro de louvor, lida com questões espirituais e pra isso ele precisa desenvolver constantemente relacionamento com Deus e com a Palavra. Também lida com questões musicais e técnicas e por isso precisa estar bem preparado para executar sua função. O despreparo é uma arma poderosa para alimentar o medo e a insegurança.
Esperamos ter contribuído de alguma forma para o seu crescimento e edificação. Caso você tenha uma história ou testemunho relacionado ao tema abordado neste artigo, compartilhe conosco aqui nos comentários. Sua história pode servir de cura para outros.

Deus os abençoe.

Chistie Tristão 

Comentários

comentários