Dicas práticas sobre ministrar louvor na igreja.

ministrar louvor na igreja

1) Evite introduções grandes para as músicas:

Introduções muito grandes podem dispersar a congregação. Quando ministramos louvor, precisamos estar sensíveis àquilo que gera conexão e unidade com a igreja. Muitas vezes ao passar de uma música para a outra, se a introdução for muito grande, perdemos esta conexão, não estamos ali para uma performance musical e sim para junto com a congregação exaltar e adorar a Jesus.

2) Usar tonalidades que sejam acessíveis a congregação:

Cada ministro tem um tom de voz específico e isso pode ser adequado, porém, é necessário encontrar um ponto de equilíbrio entre um tom que seja confortável ao ministro e que também seja acessível à homens e mulheres na igreja. As vezes o tom é muito grave ou agudo demais e então a igreja fica olhando para a banda tocar e cantar e não consegue acompanhar.

3) Escolher progressões harmônicas que favoreçam a mensagem e melodia da música:

A música é um conjunto de elementos que juntos comunicam uma mensagem, quando esses elementos estão desconexos a mensagem pode ficar comprometida. Muitas vezes a mensagem esta crescendo e nos arremete à uma progressão ascendente, e aí o arranjador decide por uma progressão descendente. Isso compromete muito a mensagem. Precisamos estar atentos a isso.

4) Não trazer um modelo de show para igreja:

A palavra show significa, mostrar, apresentar e isso é legítimo, mas tem o seu lugar devido. Num show o cantor pode usar métricas musicais mais “quebradas”, um jeito de cantar mais dele mesmo. A forma de se comunicar com o povo num show é diferente da forma como se comunica na igreja, enfim, cada coisa no seu lugar. Muitos ministros de louvor tem realizado seu ministério em eventos fora da igreja, e isso é bom para que os de fora também escutem a mensagem do Evangelho de Cristo, porém, até a entonação de voz nas falas é diferente. Precisa haver uma adequação na maneira de fazer, pois, conforme citado acima, o propósito do ministro na igreja é se unir à congregação e convocar a todos para que se unam numa só voz e  exaltem o nome de Jesus.

Por: Christie Tristão 

Quer ler mais dicas? Clique aqui: Dicas Adorando 
Você também pode conferir indicações de livros, vídeos de música, playlist e ministrações no: Adorando Indica 

 

Comentários

comentários