Adorando como criança – Christie Tristão

Adorando como criança
"Quando Jesus fala para os discípulos se tornarem como criança, Ele está dizendo: tenham um coração puro, espírito Humilde, submetam-se ao Rei, vivam a verdade, sejam sinceros ao relacionar-se com o Rei".

Quando meus filhos eram pequenos e até na adolescência deles, eu e meu esposo éramos sempre lembrados de que estava chegando o dia 12 de Outubro.  A medida em que eles cresciam,  os grandes presentes iam se tornando lembrancinhas, até que essa prática chegou ao fim. Neste ano,  esta data adquiriu um sentido renovado para mim por estar vivendo a expectativa da chegada da minha primeira netinha.

O ciclo da vida é muito interessante, nascemos bebê, nos tornamos criança, depois adolescemos até que experimentamos a fase adulta. Refletindo sobre tudo isso nestes dias,  me lembrei de um texto bíblico e gostaria de te convidar a vir comigo nesse texto, “Adorando como criança”. Uma reflexão principalmente para aqueles que já não são mais crianças, mas que querem se aproximar e relacionar-se com Jesus.

Naquele momento os discípulos chegaram a Jesus e perguntaram: “Quem é o maior no Reino dos céus? “ Chamando uma criança, colocou-a no meio deles, e disse: “Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus. Portanto, quem se faz humilde como esta criança, este é o maior no Reino dos céus. Mateus 18:1-4

Interessante que nesse texto, Jesus se refere a adultos, seus discípulos. E o contexto da conversa,  gira em torno da questão: como mensurar o maior e o menor no Reino dos céus? Jesus, em sua perfeita sabedoria responde aos discípulos, usando uma criança para figurar algo fundamental no nosso relacionamento com Ele, pois, aquele que entra no Reino dos céus tem parte com Cristo.Seguindo este conceito, o que significa para um adulto tornar-se como uma criança e ser humilde como ela?

Em primeiro lugar, Jesus não estava encorajando os discípulos a retomarem um comportamento de uma criança e nem a retrocederem em sua maturidade. Jesus estava apontando para o coração, a essência e características que definem uma criança. Características essas,  que vão se diluindo com o passar do tempo e que de alguma maneira não deveríamos perdê-las, principalmente ao nos relacionarmos com Deus.

É importante compreendermos que antes de sermos adoradores do Senhor, somos filhos Dele e é assim que Ele nos vê. Muitos de nós ao chegarmos à maturidade,  nos tornamos independentes e orgulhosos, por achar que já experimentamos, conhecemos e sabemos tudo. Amadurecer é a ordem natural e divina das coisas, mas isso não pode mudar a nossa essência e nem alterar o nosso comportamento como filhos de Deus.

Gostaria de pontuar algumas características bem peculiares de uma criança:

  • Inocência
  • Dependência
  • Desejo constante de aprender
  • Verdade
  • Pureza
  • Humildade

Quando Jesus fala para os discípulos se tornarem como criança, Ele está dizendo: tenham um coração puro, espírito Humilde, submetam-se ao Rei, vivam a verdade, sejam sinceros ao relacionar-se com o Rei e humildes o suficiente para reconhecerem quem são vocês e quem é o Rei, o Senhor do Reino dos céus.

Isso tudo é algo bem prático e devemos aplicar no nosso relacionamento com Deus. Buscar ser como criança diante Dele,  é oferecer a Ele uma adoração pura, genuína e despretensiosa, é tornarmos dependentes Dele, sempre dispostos a aprender e aprimorar.

Que o Senhor encontre em nós esse coração!

Feliz dia das crianças.

  Christie Tristão.

 

Comentários

comentários